Editais/Credenciamento

Eixos de Ação

Para Servidores

  • PROTOCOLO

Notícias

31/10/2019

Funeas promove ações direcionadas à prevenção do câncer de mama

Por Guilherme Lara da Rosa

Na última quarta-feira (30), a Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná promoveu o evento “Outubro Rosa — um toque de amor, previna-se”, direcionado aos colaboradores da Funeas. O intuito do evento foi, principalmente, levar informações às equipes que compõem a Funeas. A solenidade foi organizada pela diretoria técnica da Fundação e contou com uma palestra ministrada pela gerente de enfermagem e hotelaria da Funeas, Rosângela Galvão Cordeiro, que abordou diversos assuntos acerca do câncer de mama: o que é, quais são as causas, como prevenir-se, quais são as formas de tratamento, etc. “Nós, enquanto uma Fundação Estatal de Atenção em Saúde, temos o dever e responsabilidade de levar a informação às pessoas em relação à saúde”, afirmou a profissional. Além disso, a abertura do evento foi realizada pelo vice-presidente da Funeas, Helder Luiz Lazarotto, pelo diretor jurídico Jorge Fan Neto e diretor financeiro Hélcio dos Santos. O evento também contou com a contribuição da diretora técnica Sabrina Strapasson, que relatou que “a mobilização visou, também, a disseminação de informações e ressaltar a importância do olhar atento à saúde”.

Foto: Guilherme Lara da Rosa

Todo ano, ao redor do mundo, o mês de outubro é marcado pela cor rosa em prol da conscientização acerca do câncer de mama. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), cerca de 60 mil mulheres foram diagnosticadas com câncer na mama em localização primária e, ainda segundo uma projeção do Inca, quase 60 mil casos serão registrados somente no ano de 2019. O câncer de mama é uma doença que ocorre com maior frequência em mulheres que menstruam cedo, levam uma vida sedentária ou ingerem bastante bebida alcoólica, por exemplo. A região sul do país, onde o Paraná está localizado, é uma das áreas que mais apresenta casos de câncer de mama em relação aos outros estados brasileiros e isso demonstra a relação entre a doença, o estilo de vida  e o ambiente em que a mulher vive. Diante dessas informações, é evidente a importância de haver esses tipos de ações que conscientizem as pessoas sobre uma doença que é, muitas vezes, silenciosa. 

Rosângela GalvãoAinda sobre o evento, Rosângela Galvão Cordeiro relata que este procurou alertar sobretudo as mulheres, mas também os homens, que também possuem chances de desenvolver o câncer de mama justamente por possuírem glândulas mamárias. Para a diretora técnica, Sabrina Strapasson, a Funeas tem o “compromisso de realizar esse tipo de ação e demonstrar a importância do autoexame, da prevenção e, principalmente, do autocuidado”, disse.

Coração da VidaAo final do evento, Galvão distribuiu aos participantes uma espécie de chaveiro de pedras com diferentes tamanhos. A ideia seria produzir um chaveiro de forma didática, o qual foi usado como um alusivo para enfatizar a importância do autoexame na prevenção do câncer de mama. Este chaveiro é um modelo construtivo para a informação, que contém três miçangas redondas com três diferentes tamanhos, um coração e um fio. Se encontrado a primeira bolinha — representando um nódulo — no autoexame, existe 95% de chance de cura; caso encontrar a segunda bolinha, há 50% de chance de cura e; se encontrar a terceira, deverá abrir o coração para vencer o câncer.

Confira a homenagem feita pela diretoria técnica da Funeas aos colaboradores da instituição:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.